Publicidade

06 de Janeiro de 2014 - 09:56

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A boa campanha no Torneio de Brisbane, disputado na última semana passada, levou Maria Sharapova a ganhar uma posição no ranking da WTA, que continua sendo liderado com folga pela norte-americana Serena Williams. Agora com 6.076 pontos, a tenista russa atingiu o terceiro lugar ao ultrapassar a chinesa Na Li.

Sharapova foi semifinalista em Brisbane e ascendeu no ranking porque não defendia pontos na semana passada. Situação diferente da vivida por Na Li, que faturou o bicampeonato do Torneio de Shenzhen na semana passada e acabou permanecendo com 6.045 pontos, mas agora na quarta colocação.

A russa perdeu nas semifinais em Brisbane para Serena, que posteriormente defendeu com êxito o seu título de 2013 em Brisbane e se manteve na liderança do ranking da WTA, com 13.260 pontos e mais de 5 mil para a segunda colocada, a bielo-russa Victoria Azarenka, que soma 8.151 e foi derrotada na decisão do torneio australiano pela norte-americana.

A polonesa Agnieszka Radwanska permanece na quinta colocação no ranking da WTA, seguida pela checa Petra Kvitova, pela italiana Sara Errani, pela sérvia Jelena Jankovic, pela alemã Angelique Kerber e pela dinamarquesa Caroline Wozniacki, que completa o Top 10 da lista.

Campeã do Torneio de Auckland no último fim de semana, a sérvia Ana Ivanovic comemorou o fim de um jejum de mais de dois anos sem conquistar títulos e também ganhou duas posições na lista, ocupando agora a 14ª colocação. Já a francesa Marion Bartoli, campeã de Wimbledon em 2013, foi retirada do ranking pela WTA - ela se aposentou em agosto do ano passado.

Teliana Pereira segue sendo a brasileira melhor colocada na lista, em 95º lugar, com 682 pontos. Na semana passada, ela foi eliminada na segunda rodada do qualifying do Torneio de Brisbane.

Confira o ranking atualizado da WTA:

1.º Serena Williams (EUA), 13.260 pontos

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?