Publicidade

09 de Janeiro de 2014 - 13:37

Por Daniela Amorim - Agencia Estado

Compartilhar
 

A soja será a vedete da safra brasileira de grãos em 2014, previu Mauro Andreazzi, gerente da Coordenação de Agropecuária do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os preços favoráveis no mercado internacional estão fazendo os produtores substituírem outras lavouras pelo grão este ano.

A estimativa de produção de soja este ano é de 90,261 milhões de toneladas, um aumento de 10,5% em relação a 2013, de acordo com o terceiro prognóstico para a safra 2014, divulgado nesta quinta-feira, 9. A área ocupada pela cultura deve alcançar 29,353 milhões de hectares, alta de 5,2%. Ao mesmo tempo, o rendimento médio esperado é de 3.075 kg/ha, 4,9% superior ao da safra de 2013.

"O destaque de 2014 é para a soja, que vem ocupando área de milho e até área de arroz e de pastagens degradadas. Então a soja é a grande vedete, é a cultura que esta ampliando a área, que deve ter novo recorde de produção: mais de 90 milhões de toneladas", avaliou Andreazzi.

Os principais Estados produtores aguardam aumento da safra em 2014, mas os destaques são Piauí e Bahia, com crescimento esperado de 109,0% e 29,8%, respectivamente. No Mato Grosso, a alta estimada é de 9,9%. No Paraná, haverá aumento de 3,4% frente a 2013. O Rio Grande do Sul informou ainda uma alta de 9,4%.

O crescimento exuberante da soja prejudicará o desempenho do milho 1ª safra, cuja produção deve atingir 32,8 milhões de toneladas este ano. A perspectiva é de que haja aumento na área plantada de soja em detrimento da área plantada de milho 1ª safra, que deve recuar 6,3%. Dessa forma, a produção de milho 1ª safra deve diminuir 4,2% em 2014, tanto pela redução de área como pela diminuição no rendimento médio (-3,1%).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você confia nas pesquisas eleitorais?