Publicidade

08 de Janeiro de 2014 - 17:30

Por Wladimir D'Andrade - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Departamento Hidroviário do Estado de São Paulo abriu licitação para contratação de projetos e estudos para a construção de quatro portos na hidrovia Tietê-Paraná. O processo estimado em R$ 10,7 milhões vai escolher projetos básicos e executivos e estudos ambientais (EIA-RIMA) das obras, análise de mercado e de modelos de exploração para movimentação de cargas integrado com ferrovias que cortam o Estado. A concorrência pública ocorrerá no dia 29 de janeiro na capital paulista.

De acordo com o Departamento Hidroviário, vinculado à secretaria paulista de Logística e Transportes, o prazo de execução dos serviços é de nove meses após a assinatura do contrato com a empresa vencedora da licitação e emissão da ordem de serviços. A previsão é de que as obras e arrendamentos comecem em 2015. Os quatro portos - Ártemis, Araçatuba, Rubineia e Salto - vão movimentar cargas gerais.

A hidrovia Tietê-Paraná tem 2.400 quilômetros de extensão, sendo 1.600 quilômetros no Rio Paraná e 800 quilômetros em São Paulo. Ela conecta os cinco maiores Estados produtores de grãos: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Paraná. De acordo com a secretaria, 5.769 milhões de toneladas de produtos foram transportados pela hidrovia de janeiro a novembro de 2013. A expectativa do Departamento Hidroviário é que este volume alcance 14 milhões de toneladas até 2017.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?