Publicidade

18 de Dezembro de 2013 - 19:42

Por Luciano Bottini Filho - Agencia Estado

Compartilhar
 

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), anunciou nesta quarta-feira, 18, que adotará um modelo de parceria com os 2 mil catadores da capital paulista para multiplicar por dez a capacidade de reciclagem de resíduos sólidos na cidade até 2016 com triagem mecanizada. Além disso, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fará um investimento de R$ 40 milhões a fundo perdido para as centrais de triagem da capital.

A Prefeitura agendará reunião com os trabalhadores em janeiro, antes da inauguração de dois novos centros de processamento mecanizado no município, em maio. Cada um deles tem a capacidade dos 20 centros manuais em funcionamento em São Paulo. A previsão é de que sejam instalados quatro novo centros para expandir a capacidade de processamento até 2016. "A meta para 2016 já está quase contratada", afirmou. O anúncio de Haddad foi feito na abertura do Expocatadores, no Centro de Exposições Anhembi. "A mecanização não é para substituir, é para aumentar a renda e incluir mais pessoas nesse setor", afirmou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?