Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 10:01

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

A defesa do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá sofreu na terça-feira, 10, mais uma derrota no Supremo Tribunal Federal (STF). A corte negou o pedido para um novo júri dos condenados pela morte da menina Isabella Nardoni, morta aos 5 anos em 29 de março de 2008.

O recurso foi apresentado à Segunda Turma do STF, que considerou que o protesto para o novo júri foi extinto por uma lei de agosto de 2008, antes da condenação dos réus portanto, em 27 de março de 2010.

Alexandre Nardoni, pai de Isabela, e Anna Carolina Jatobá, madrasta, foram condenados por homicídio triplamente qualificado e fraude processual. Ele recebeu uma pena de 31 anos, 1 mês e 10 dias de prisão; ela, de 26 anos e 8 meses.

Segundo o Ministério Público de São Paulo, no dia 29 de março de 2008, Isabella teria sido asfixiada e depois jogada pela janela do apartamento do casal.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?