Publicidade

03 de Janeiro de 2014 - 12:58

Por Laís Alegretti, Renata Veríssimo e Ricardo Della Coletta - Agencia Estado

Compartilhar
 

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta sexta-feira, 3, que o governo central fez um superávit primário de cerca de R$ 14 bilhões em dezembro, o que resultou em cerca de R$ 75 bilhões no ano, acima da meta de R$ 73 bilhões. "Queria começar o ano dando boas notícias do ponto de vista fiscal. O governo central cumpriu o compromisso de fazer um superávit primário acima de R$ 73 bi para o ano de 2013", afirmou.

Mantega ressaltou que os dados ainda não são definitivos. "Existem ajustes que poderão ser feitos, mas até o fim do mês teremos os dados precisos", afirmou. Normalmente, esse número é divulgado na última semana de janeiro, mas o ministro quis adiantar o anúncio para a primeira semana do ano para sinalizar comprometimento do governo com a austeridade fiscal, depois de um ano de críticas e desconfiança em relação à política fiscal.

O ministro lembrou que até novembro o governo central fez R$ 60,5 bilhões de superávit primário. "Somando com os R$ 14 bilhões e quebrados (de dezembro), chegaremos próximo dos R$ 75 bi de economia que o governo fez em relação à despesa em 2013", disse. "Portanto, cumprimos o nosso resultado fiscal e fizemos um pouco a mais que 1,5% do PIB", completou.

Mantega afirmou que agora é necessário aguardar o resultado dos Estados e municípios para saber qual será o resultado primário do governo como um todo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da adoção de medidas, como tarifas diferenciadas e descontos, para estimular a redução do consumo de água?