Publicidade

16 de Janeiro de 2014 - 16:34

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A atriz Julie Gayet, apontada por uma revista de fofocas como amante do presidente da França, François Hollande, decidiu processar o semanário Closer por invasão de privacidade. A notificação do processo foi recebida hoje pela Closer, disse um representante da revista.

Julie Gayet exige indenização de 54 mil euros e a publicação de um resumo da decisão da justiça na capa da revista. O representante da revista não forneceu mais detalhes.

Hollande declarou-se indignado com a atitude da revista, mas não revelou se recorrerá ou não à justiça. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que alertas em cardápios e panfletos de festas sobre os riscos de dirigir sob efeito de álcool contribuem para reduzir o consumo de bebidas por motoristas?