Publicidade

08 de Janeiro de 2014 - 17:48

Por Marcelo Portela - Agencia Estado

Compartilhar
 

A Polícia Civil mineira encontrou nesta quarta-feira, 8, os corpos dos advogados Alexandre Werneck de Oliveira, de 46 anos, e Lívia Viggiano Rocha Silveira, de 39, que haviam desaparecido na sexta-feira, 3, na Serra do Cipó, área turística na região central do Estado. As vítimas foram localizadas com a ajuda de um helicóptero, após Marcos Magno Peixoto Faria, 25, e Helton Moreira de Castro, confessarem o duplo homicídio e contarem que haviam jogado os corpos no rio Santo Antônio, próximo ao município de Conceição do Mato Dentro.

Os suspeitos, presos na terça-feira, 7, revelaram detalhes do crime e disseram que mataram o casal de namorados para roubar R$ 170 e os dois telefones celulares. Os advogados estavam hospedados em uma pousada da região para comemorar a retomada do relacionamento iniciado há cerca de um ano e interrompido por uma briga.

Em meio à comemoração, eles foram rendidos e levados para Conceição do Mato Dentro, onde foram mortos. Além de confessarem as mortes, Faria e Castro contaram que após os assassinatos jogaram os corpos no rio e incendiaram a caminhonete do casal. Segundo o delegado Wagner Pinto, do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP), "ainda é investigada a participação" de um rapaz de 17 anos que, de acordo com a dupla de suspeitos, também teria participado do roubo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?