Publicidade

23 de Dezembro de 2013 - 15:30

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

Manifestantes antigoverno da Tailândia cercaram o estádio de esportes de Bangcoc nesta segunda-feira, em uma tentativa frustrada de bloquear o registro dos partidos políticos para as eleições de fevereiro. Segundo a Comissão Eleitoral, nove partidos conseguiram burlar os bloqueios durante a madrugada e firmaram as inscrições.

A tentativa de impedir o registro ocorreu depois que a principal legenda de oposição, o Partido Democrata, afirmou durante o fim de semana que iria boicotar a votação, já que o partido do primeiro-ministro Yingluck Shinawatra sairia vencedor.

Funcionários do partido do governo, o Pheu Thai, e de outras oito coligações fizeram a inscrição durante a madrugada para escapar dos protestos dos manifestantes. "Estávamos cientes de que os manifestantes estariam bloqueando todas as entradas, então fomos para o estádio às 4h da manhã, enquanto eles estavam dormindo", disse o porta-voz do partido do governo, Prompong Nopparit. "Apesar de tudo isso, as eleições continuam como o planejado", complementou.

O registro continua aberto pelas próximas duas semanas e os manifestantes prometem continuar com os bloqueios até lá. Outras duas dezenas de outros partidos conseguiram registrar as candidaturas em uma delegacia de polícia, onde apresentaram queixa por não conseguirem acessar o principal local de inscrição da Comissão Eleitoral.

Os protestos dos últimos dias pedem a saída de Yingluck do poder para acabar com a corrupção na política do país. Cerca de 100 mil pessoas se reuniram no último domingo e bloquearam as principais ruas e avenidas da capital da Tailândia.

Parte da população acredita que ele esteja seguindo os passos do seu irmão, o ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, que foi deposto por um golpe militar em 2006 e está exilado no exterior.Os manifestantes exigem um governo interino que supervisione as reformas eleitorais e a política antes de qualquer eleição ser realizada. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?