Publicidade

04 de Dezembro de 2013 - 11:01

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

Manifestantes tailandeses contrários ao governo da Tailândia marcharam até os portões da sede da polícia nacional no centro de Bangcoc, nesta quarta-feira, apesar da trégua, acertada um dia antes, em razão da chegada do aniversário do rei do país, Bhumibol Adulyadej, na quinta-feira.

Um grupo de manifestantes abriu o portão e cortou algumas barreiras de arame farpado antes de entrar na sede da polícia, enquanto a maioria dos participantes do protesto esperavam do lado de fora. Oficiais da polícia formaram uma linha em frente ao prédio principal antes de tirarem seus capacetes e baixarem os escudos, num gesto indicativo de que não entrariam em confronto com os manifestantes.

Na terça-feira, os dois lados haviam chegado a um acordo com o objetivo de mostrar respeito ao reverenciado monarca do país, que completa 86 anos amanhã.

Cenas semelhantes foram registradas na terça-feira, quando manifestantes receberam permissão para entrar no complexo onde estão instalados os escritórios da primeira-ministra Yingluck Shinawatra e na sede da polícia metropolitana. Os manifestantes foram recebidos com apertos de mão e aplausos dos policiais e alguns receberam flores dos participantes do protesto.

O líder da oposição, Suthep Thaugsuban, prometeu manter as manifestações, que têm como objetivo de derrubar o governo de Yingluck e impedir a volta ao país de seu irmão, o ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra que foi derrubado após um golpe de Estado em 2006. A oposição afirma que o atual governo é influenciado por Thaksin.

"Você pode ter certeza de que esta é uma vitória que é apenas parcial...porque o tirânico governo de Thaksin permanece", afirmou Suthep, acrescentando que a após a trégua de quinta-feira, "nossa batalha" será retomada na sexta-feira. Fonte: Dow Jones Newswires e Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?