Publicidade

06 de Dezembro de 2013 - 18:23

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A Costa Rica pode ser considerada a grande azarada do sorteio das chaves da Copa do Mundo de 2014, realizado nesta sexta-feira, na Costa do Sauipe (BA). Caiu no "grupo da morte", junto com os campeões mundiais Uruguai, Itália e Inglaterra. Apesar disso, o técnico da seleção costa-riquenha, o colombiano Jorge Luis Pinto, disse não temer o gigantesco desafio que terá pela frente.

Dizendo conhecer "perfeitamente" os três adversários, o treinador tentou mostrar otimismo diante da dificuldade do Grupo D. Mas, apesar disso, a Costa Rica ficou com o papel de mero coadjuvante numa chave tão forte, com mínimas chances de conseguir avançar para as oitavas de final e repetir sua melhor campanha em Mundial, em 1990 - também disputou as edições de 2002 e 2006.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?