Publicidade

05 de Dezembro de 2013 - 16:19

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

Fortes rajadas de vento atingiram a Escócia nesta quinta-feira, provocando um acidente automobilístico que deixou um morto, interrompendo as linhas de trem e deixando dezenas de milhares de residências sem eletricidade. Grande parte do noroeste da Europa preparava-se para uma tempestade que deve provocar enchentes em regiões costeiras.

Ventos de até 229 quilômetros por hora foram registrados durante a noite na região das Highlands (Terras Altas) da Escócia e muitas estradas e pontes foram fechadas. Todos os serviços ferroviários no país foram suspensos. O porta-voz da rede ferroviária Nick King disse que "há muitos escombros e muitos danos nos equipamentos para retomarmos os serviços".

O comitê de crise do governo britânico reuniu-se para discutir uma resposta à tempestade, que deve elevar as marés e provocar enchentes que podem atingir 6 mil casas.

Um motorista de caminhão foi morto e quatro pessoas ficaram feridas num incidente a oeste de Edimburgo, quando fortes ventos lançaram seu veículo na direção de vários carros, informou a polícia.

Uma série de voos com partida e chegada na Escócia também foram cancelados. Empresas de energia informaram que 100 mil casas ficaram sem eletricidade. Outras 7 mil estavam sem energia na Irlanda do Norte.

A estação central de trens de Glasgow foi esvaziada depois que escombros quebraram vidros no telhado, embora ninguém tenha ficado ferido.

Meteorologistas preveem rajadas de vento de até 140 quilômetros por hora na costa alemã no Mar do Norte. A agência ambiental britânica disse que a elevação das marés pode provocar enchentes costeiras "significativas" e a barreira do Tâmisa estava sendo fechada nesta quinta-feira para proteger Londres.

Centenas de casas em Great Yarmouth, costa de Norfolk, 209 quilômetros nordeste de Londres, foram esvaziadas por precaução contra elevações de maré. A agência ambiental emitiu mais de 250 alertas de enchentes em áreas da Inglaterra e do País de Gales, dentre eles 28 avisos "graves", o que significa ameaça à vida.

Os serviços de balsa para partes das ilhas alemãs do Mar do Norte foram cancelados. O serviço nacional de trens, o Deutsche Bahn, fez advertências a respeito da possibilidade de problemas em uma parte do norte da Alemanha. Os serviços de trem na Dinamarca e na Holanda foram suspensos a partir das 11h (de Brasília).

Na Bélgica, a cidade costeira de Bredene retirou centenas de pessoas de um bairro pouco antes da chegada da tempestade.

A Holanda se preparou para a tempestade com o fechamento de diques para proteger áreas de baixa altitude das ondas. A empresa aérea KLM cancelou dezenas de voos para aeroportos europeus como precaução.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?