Publicidade

09 de Janeiro de 2014 - 08:55

Por Fernando Gallo e Ricardo Galhardo - Agencia Estado

Compartilhar
 

Responsável pelas redes sociais do partido na internet, o vice-presidente do PT, Alberto Cantalice, recusou-se a identificar o autor do texto publicado anteontem na página oficial do PT no Facebook com críticas ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). O petista também não quis dizer se endossou a publicação. A redação do texto, afirmou, coube a "uma equipe" e, assim, "não tem um autor específico".

Cantalice afirmou que o texto não é posição oficial do partido. "Nota oficial do PT é quando o PT se reúne, e elabora um documento. Isso (o texto do Facebook) é uma coisa de rede social", disse o vice-presidente.

Indagado se fora consultado antes da publicação do texto e se o lera antes de ser publicado, Cantalice se esquivou. "Você quer botar na minha conta?", perguntou, rindo. O dirigente afirmou que quatro pessoas fazem parte da equipe do PT nas redes sociais, mas se recusou a dizer seus nomes.

Cantalice também disse não concordar com alguns termos "pessoais" da redação - o texto afirma, entre outras coisas, que o avô de Campos, o ex-governador Miguel Arraes, morto em 2005, "faz bem em já não estar entre nós, porque, se ainda estivesse, morreria de desgosto".

O vice-presidente do PT afirmou que o texto foi produzido em resposta às críticas que o governador de Pernambuco vem fazendo ao governo da presidente Dilma Rousseff. "Todos os dias ele faz críticas ao governo na rede social. A gente era aliado até recentemente. Ele saiu. É um direito. Agora, sai fazendo crítica pesada a um governo que até um dia desses atrás estava apoiando? O pessoal dele nas redes sociais descendo a porrada no governo? Aí a turma lá (do PT no Facebook) colocou um negócio."

Pelo acordo fechado para a composição da nova Executiva do partido, empossada em dezembro, o novo secretário de comunicação, vereador José Américo, ficou responsável pelo site do partido e pelo contato com a imprensa, e Cantalice pelas redes sociais. As informações são do jornal

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?