Publicidade

14 de Dezembro de 2013 - 16:07

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Bayern de Munique já sabe qual será seu adversário de estreia no Mundial de Clubes da Fifa, disputado no Marrocos. Favorito ao título, o time alemão terá pela frente o chinês Guangzhou Evergrande, de Conca e dos brasileiros Elkeson e Muriqui. A equipe asiática enfrentará os alemães após vencerem o Al Ahly, por 2 a 0, em sua estreia, neste sábado, na Adrar Arena, na cidade de Agadir.

O confronto entre Bayern e Guangzhou será disputado na próxima terça-feira. O vencedor avançará à final do Mundial, à espera do adversário que vai sair do outro lado da chave. O Atlético Mineiro, que estreará na quarta, é o favorito a obter esta vaga na aguardada decisão. Ainda neste sábado, o time brasileiro conhecerá seu primeiro rival na competição, que sairá do confronto entre Raja Casablanca e Monterrey.

Antes disso, o Guangzhou Evergrande mostrou superioridade contra o time que mais disputou partidas no Mundial de Clubes da Fifa. Em sua sexta participação no torneio, o Al Ahly, do Egito, não conseguiu neutralizar o ataque formado por Elkeson e Muriqui. E foi presa fácil para os chineses, liderados por Conca - já acertado para voltar ao Fluminense em 2014.

Estreante no Mundial, o time chinês contava ainda com o experiente técnico Marcelo Lippi, campeão mundial pela Itália na Copa de 2006, no banco. Dentro de campo, Elkeson e Conca marcaram os dois gols da partida, apitada pelo brasileiro Sandro Meira Ricci. Eliminado da briga pela vaga na final, o Al Ahly voltará aos gramados para disputar o quinto lugar do campeonato. O rival ainda não foi definido.

O JOGO - Embalado pelo trio Conca-Elkeson-Muriqui, o Guangzhou começou melhor e não demorou para impor seu ritmo. A primeira boa chance de gol foi criada por Elkeson, ex-Botafogo, quando dominou dentro da área, driblou o zagueiro e mandou rente à trave esquerda do goleiro, aos 14 minutos.

Aos poucos, o Al Ahly conseguiu equilibrar o duelo, mas não chegava a criar jogadas mais agudas. O nível técnico da partida era baixo e não empolgava as arquibancadas. Foi somente no segundo tempo que o panorama do confronto melhorou para os dois lados.

A começar pelo gol de Elkeson, aos 3 minutos. Ele mandou para as redes, dentro da pequena área, depois que Muriqui driblou o goleiro e bateu para o gol. A zaga desviou na linha e a bola sobrou para o ex-jogador do Botafogo só completar para as redes.

Três minutos depois, o Guangzhou desperdiçou chance incrível para encaminhar a vitória, quando Conca acertou grande passe, mas Muriqui bateu para fora. O gol que garantiu o triunfo veio aos 21, com o mesmo Conca completando jogada iniciada pelo próprio Muriqui

Daí para a frente, o Al Ahly foi para o ataque e esboçou certa pressão. Aos 33, acertou o travessão, totalizando 17 chutes em gol, contra 9 dos chineses. O time egípcio, contudo, não conseguiu nem marcar seu gol de honra na estreia.

GUANGZHOU EVERGRANDE 2 x 0 AL AHLY

GUANGZHOU EVERGRANDE - Zeng Cheng; Younggwon Kim, Xiaoting Feng, Zhang Linpeng, Sun Xiang (Zhao Xuri); Zheng Zhi, Bowen Huang, Conca; Muriqui, Elkeson e Gao Lin (Hao Rong). Técnico: Marcello Lippi.

AL AHLY - Sherif Ekramy; Mohammed Nagib, Ahmed Fathy, Ramy Rabia, Saad; Abdallah Said, Ahmed Kenawi, Waleed Soliman, Hossam Ashour (Trezeguet); Aboutrika (Dominique da Silva) e Emad Meteab (Al Sayed Hamdi). Técnico: Mohamed Youssef.

GOLS - Elkeson, aos 3, e Conca, aos 21 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Sun Xiang.

ÁRBITRO - Sandro Meira Ricci (Brasil).

RENDA e PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Adrar Arena, em Agadir, no Marrocos.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?