Publicidade

12 de Dezembro de 2013 - 08:34

Por José Maria Mayrink - Agencia Estado

Compartilhar
 

O papa Francisco foi eleito, na quarta-feira, 11, a Personalidade do Ano de 2013 pela revista americana Time. Num perfil elogioso do líder da Igreja Católica, a revista indica que Francisco conseguiu praticar a humildade com rara e rápida atenção do mundo. "Ele se colocou no centro de debates importantes do nosso tempo: riqueza e pobreza, justiça, transparência, o papel da mulher e do casamento e as tentações do poder", diz o texto da Time.

O Vaticano aceitou a homenagem com satisfação, conforme o porta-voz da Santa Sé, padre Federico Lombardi. "É um sinal positivo que um dos reconhecimentos mais prestigiosos no âmbito da imprensa internacional seja atribuído a quem anuncia no mundo valores espirituais, religiosos e morais e fala com eficiência a favor da paz e de uma justiça maior", disse Lombardi, depois de afirmar que a escolha não surpreendeu.

Francisco foi eleito em março, um mês depois da renúncia de Bento XVI. Ele iniciou uma série de reformas no Vaticano e imprimiu um estilo simples e carismático a seu papado. O papa esteve no Brasil em julho, durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

Francisco é o terceiro papa a receber a distinção. A revista Time, que instituiu a honraria em 1928, quando o escolhido foi o aviador americano Charles Lindbergh, apontou o nome de João XXIII, em 1962, e o de João Paulo II, em 1994.

Angelo Roncalli, o papa João XXIII, que convocou o Concílio Vaticano II, ganhou o título no ano seguinte à escolha do presidente John Kennedy e passou o bastão, em 1963, ao pastor Martin Luther King.

João Paulo II foi escolhido logo após duas duplas de peso premiadas em 1993: Nelson Mandela e Frederik de Klerk, pelo fim do apartheid na África do Sul, e Yasser Arafat e Yitzhak Rabin, pelo acordo de paz no Oriente Médio.

A Time elegeu também pessoas que, se tiveram projeção em seu tempo, não foram modelo de defesa da paz. Adolf Hitler foi o eleito em 1938 e Josef Stalin, em 1939 e em 1942. As informações são do jornal

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?