Publicidade

16 de Dezembro de 2013 - 15:07

Por Felipe Werneck - Agencia Estado

Compartilhar
 

Policiais militares e seguranças do Tribunal de Justiça (TJ) do Rio impediram o acesso do público e de jornalistas à audiência de instrução e julgamento do manifestante Jair Seixas Rodrigues, mais conhecido como

Apenas testemunhas e advogados foram autorizados a cruzar o cordão de isolamento formado no corredor principal do quinto andar do Fórum, onde fica a 14ª Vara Criminal, local do julgamento. Pelo menos dez pessoas tentaram acompanhar a audiência e foram barradas.

De acordo com o setor de segurança do TJ, a medida foi determinada pela Justiça por "questões de segurança", sem detalhá-las. Alguns manifestantes seguram cartazes com fotos de

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?