Publicidade

12 de Dezembro de 2013 - 11:22

Por Álvaro Campos, Eduardo Cucolo, Célia Froufe e Adriana Fernandes - Agencia Estado

Compartilhar
 

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, avaliou nesta quinta-feira, 12, que o Brasil está bem posicionado para passar pelo atual momento de transição da economia mundial. "O Brasil tomou várias medidas ao longo do tempo, levantou algumas defesas importantes, e vai transitar nesse período para fazer com que ali na frente a economia possa se beneficiar desse quadro internacional melhor", disse.

"Temos sentido o gostinho dessa volatilidade que se instalou nos mercados internacionais, principalmente desde meados de maio, com altas e baixas. Mas eu diria que é uma volatilidade do bem, no sentido de que isso vem em função do início de um processo de normalização, depois de tanto tempo de exceção nas condições financeiras e monetárias internacionais".

Segundo Tombini, 2013 foi um ano de desafios, mas foi possível crescer mais do que em 2012 e a inflação vem caindo, principalmente nos últimos cinco meses. "Temos conseguido trazer a inflação para baixo nos últimos cinco meses e esse processo vai continuar", afirmou. "O BC tem estado vigilante por todo esse período, no sentido de fazer isso acontecer", acrescentou.

Sobre o trabalho do BC, o presidente destacou que a instituição possui suas próprias políticas e deu ênfase à monetária e à missão da estabilização do sistema financeiro. "Temos feito um trabalho cuidadoso para assegurar ambos objetivos e temos usado nossa capacidade acumulada para entregar nesse período de transição uma situação mais tranquila possível à frente". Tombini participa de um café da manhã com jornalistas, para um balanço sobre as atividades do BC neste ano e perspectivas para 2014.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?