Publicidade

13 de Dezembro de 2013 - 11:08

Por Luana Pavani e André Magnabosco - Agencia Estado

Compartilhar
 

Três dos quatro lotes ofertados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) foram arrematados nesta sexta-feira, 13, no quarto leilão de transmissão de 2013. A empresa Transmissora Aliança de Energia Elétrica (Taesa) foi vencedora da disputa do lote A, com Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 10,99 milhões, deságio de 4,76% em relação à RAP de R$ 11,539 milhões estabelecida pela Aneel. O lote A é composto pela linha de transmissão Itabirito 2 - Vespasiano 2, com aproximadamente 85 quilômetros de extensão, no Estado de Minas Gerais. A obra tem prazo de conclusão de 36 meses.

O Consórcio Transmissão de Energia Brasil foi o vencedor da disputa dos lotes C e D. A proposta vencedora teve RAP de R$ 16,4 milhões, com deságio de 6% em relação à RAP de R$ 17,063 milhões estabelecida pela agência. O lote C é composto por três linhas de transmissão, com um total de 316 quilômetros de extensão, e uma subestação chamada de Chapadinha II no Estado do Maranhão. As obras têm prazo de conclusão de 36 meses. Já o lote D, também nas mãos do consórcio formado por Braxenergy (70%) e LT Bandeirante Empreendimentos, com RAP de R$ 7,782 milhões, deságio de 6,1%, é composto por uma linha de transmissão de 65 quilômetros de extensão e por três subestações no Estado do Ceará. As obras têm prazo de conclusão de 22 meses.

Não houve interessados no lote B, que teria RAP de R$ 1,892 milhão estabelecida pela Aneel. O lote B é composto pela subestação Jaru, no Estado de Rondônia, com prazo de conclusão de 24 meses.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?