Publicidade

07 de Dezembro de 2013 - 10:37

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O porta-voz do presidente da Rússia disse que Vladimir Putin e o mandatário ucraniano, Viktor Yanukovych, não discutiram a possibilidade de a Ucrânia aderir a uma união aduaneira liderada pela Rússia em um encontro na sexta-feira. Esta é uma das questões que desencadearam os grandes protestos em Kiev.

Os protestos começaram após Yanukovych se recusar a assinar um acordo com a União Europeia, no qual o país aprofundaria os laços econômicos com o bloco. A Rússia pressionou a Ucrânia a se juntar a um bloco comercial, que também traz o Casaquistão e Belarus. Os manifestantes denunciam tentativas de trazer de volta a órbita de influência de Moscou e afirmam que Yanukovych pretende vender a Ucrânia para a Rússia .

Putin e Yanukovych se encontraram em Sochi na sexta-feira. Foram divulgados poucos detalhes, mas o porta-voz de Putin, Dmitry Peskov, disse no sábado que "a questão de a Ucrânia possivelmente se juntar à união aduaneira não foi discutido em Sochi", segundo agências de notícias.

Em vez disso, os dois fizeram alguns progressos nas negociações de energia e possível cooperação na esfera financeira. O porta-voz também disse que os assuntos discutidos na reunião seriam abordados novamente em um "nível de peritos". Não ficou claro, no entanto, se a possibilidade de a Ucrânia se juntar à União Aduaneira será discutida. Com informações sobre Dow Jones e Associated Press

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?