Publicidade

06 de Janeiro de 2014 - 16:37

Por Fabiana Cambricoli - Agencia Estado

Compartilhar
 

A USP Leste adiou em uma semana o retorno das aulas na unidade para finalizar o processo de desinfestação de piolhos de pombo nas salas do prédio I-1, o principal do câmpus. As aulas seriam retomadas nesta segunda-feira, 6, mas agora começarão no dia 13. Três salas do edifício haviam sido fechadas por causa da infestação.

Presentes nas fezes dos pombos, os piolhos provocaram doenças de pele em alunos e professores. De acordo com a assessoria da USP Leste, o período de recesso escolar não foi suficiente para que a desinfestação fosse finalizada. O serviço foi feito em 80% do edifício principal. O período de recesso já havia sido antecipado de 20 para 16 de dezembro por causa da infestação dos piolhos e também pela contaminação da água dos bebedouros do câmpus.

No dia 11, os equipamentos foram interditados depois que análises feitas pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) apontaram turbidez da água e presença indevida de bactérias. De acordo com a universidade, a questão da água foi resolvida durante o recesso, com a limpeza dos reservatórios e a troca dos filtros dos bebedouros. As atividades na USP Leste seriam retomadas nesta segunda-feira para a reposição das aulas perdidas pelos alunos de graduação durante o período de 50 dias em que a universidade ficou em greve, entre setembro e outubro.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?