Publicidade

03 de Dezembro de 2013 - 18:19

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, revelou nesta terça-feira, durante entrevista coletiva na Costa do Sauipe (BA), que haverá um aumento na premiação das seleções participantes da Copa do Mundo de 2014. Os valores exatos ainda serão definidos até o final desta semana pela entidade, mas ele adiantou que devem ser pelo menos 33% maiores do que foram na edição anterior da competição, realizada em 2010, na África do Sul.

Na Copa de 2010, a Fifa distribuiu US$ 420 milhões para as 32 seleções participantes - cerca de 60% maior do que foi na edição de 2006, na Alemanha -, sendo que foram US$ 30 milhões somente para a campeã Espanha. Para 2014, a expectativa é de que o valor total da premiação chegue a US$ 560 milhões, o que deve ser confirmado pela entidade nesta quarta-feira, quando acontece reunião do comitê financeiro na Costa do Sauipe.

Dentro dessa premiação de cerca de US$ 560 milhões destinada pela Fifa para a Copa de 2014, Valcke explicou que deve ter uma cota de cerca de US$ 70 milhões que será distribuída entre os clubes que cederem jogadores para a disputa do Mundial no Brasil, como uma forma de compensação financeira pelo período em que eles estiverem nas seleções - na edição de 2006, essa espécie de "indenização" atingiu o montante de US$ 40 milhões.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?