Publicidade

11 de Março de 2014 - 01:51

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

Preocupado com o impacto eleitoral dos baixos índices de aprovação da administração de Fernando Haddad em São Paulo, o PT vai usar o programa de TV do pré-candidato ao governo paulista, Alexandre Padilha, para fazer a defesa da Prefeitura.

"Quando chegar o momento de definir a política de comunicação da campanha, certamente vamos defender que todas as experiências positivas das administrações do PT sejam apresentadas como alternativas", disse Padilha ontem, em Barretos, citando como exemplos a ação na cracolândia, o fim da progressão continuada e a rede Hora Certa.

Historicamente, o PT costuma ter poucos votos no interior e compensar na capital e na grande São Paulo. Desta vez, o cenário para Padilha é ruim: segundo Pesquisa Datafolha divulgada em dezembro, só 18% dos paulistanos consideram a gestão de Haddad ótima ou boa.

Há poucos dias, durante a inauguração de um centro de especialidades odontológicas em São Paulo, o prefeito chegou a sugerir, ao lado de Padilha, que este use seus programas de TV para divulgar ações da Prefeitura.

Enquanto procura a melhor forma de recuperar as intenções de voto na capital, o pré-candidato do PT corre atrás do eleitorado do interior, de perfil conservador e geralmente refratário ao PT. No sábado, Padilha foi homenageado com um jantar oferecido pelo diretor-geral do Hospital do Câncer de Barretos, Henrique Prata, do qual participaram dezenas de importantes empresários da região, médicos e professores universitários.

Ao contrário do jantar oferecido na sexta-feira, pelo empresário Maurilio Biaggi, em Ribeirão Preto, onde Padilha e Lula tiveram de ouvir críticas de empresários e agricultores do setor da cana-de-açúcar ao governo federal, o clima em Barretos era de apoio. "A receita da cana é duas vezes superior à da pecuária e não vejo os pecuaristas com este descontentamento generalizado", disse Prata, que é também um dos mais importantes criadores de gado da região. As informações são do jornal

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?