Publicidade

08 de Dezembro de 2013 - 17:40

Por Marcio Dolzan - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Vasco joga neste domingo em Santa Catarina tentando escapar daquele que seria o seu segundo rebaixamento em cinco anos - o segundo sob a presidência de Roberto Dinamite. A equipe de São Januário enfrenta o Atlético Paranaense, às 17 horas, em Joinville, precisando vencer para seguir com chances de se manter na Série A, já que depende também do tropeço de Criciúma, Coritiba ou Internacional.

Além de todas as implicações financeiras, um eventual rebaixamento afetaria diretamente as eleições presidenciais do próximo ano, já que Roberto Dinamite dificilmente conseguiria emendar um terceiro mandato ou indicar seu sucessor.

Apesar da necessidade de vitória, o técnico Adilson Batista abriu mão de contar com o atacante André, que é artilheiro do time com 12 gols. Ele está afastado do grupo, assim como o também atacante Willie e o volante Sandro Silva.

Na última sexta-feira, no último treino antes da viagem à Santa Catarina, o Vasco disputou apenas um "rachão" em São Januário. O time também obteve uma vitória fora de campo, já que o número de ingressos disponíveis para a torcida vascaína aumentou de 2 mil para 3.700 - o pedido partiu de autoridades catarinenses, que temiam que ingressos disponíveis para atleticanos acabassem nas mãos de torcedores do time carioca.

O aumento no número de torcedores agradou ao lateral-esquerdo Yotun. "Isso é muito bom. Nos últimos jogos, a torcida compareceu e nos ajudou muito. Vamos precisar novamente", avaliou o peruano.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?