Publicidade

02 de Dezembro de 2013 - 20:47

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Depois da vitória sobre o Náutico por 2 a 0, no último domingo, no Maracanã, que manteve o time vivo na briga para fugir do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Vasco só volta a treinar nesta terça-feira. Nesta segunda, o esquema de segurança em São Januário foi reforçado porque torcedores haviam prometido se manifestar, em frente à sede do clube, por meio de redes sociais. O ato não foi concretizado, mas pode ser realizado nesta terça.

Enquanto isso, adversários políticos do presidente Roberto Dinamite se articulam e admitem até pedir o impeachment dele se o Vasco cair, novamente, para a Série B. O argumento não seria o desastre técnico da equipe. "Água cortada, serviços paralisados ao longo do ano; motivo não falta para mostrar o prejuízo ao patrimônio do clube", disse um conselheiro do clube, que pediu que seu nome não fosse revelado.

O departamento de marketing do Vasco iniciou uma campanha pedindo aos sócios que enviem vídeos de incentivo para os jogadores durante a semana. O técnico Adílson Batista, ainda no domingo, disse que o time vai lutar "até o fim" para se livrar do rebaixamento. "Ainda estamos vivos. Precisamos acreditar. É mais uma semana de vida para a gente. Na última rodada, vamos tentar sair dessa situação", afirmou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?