Publicidade

06 de Janeiro de 2014 - 06:07

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A política de estímulos do Banco Central Europeu (BCE) é justificável por enquanto, mas deve ser vista com cuidado e atenção em função de seus possíveis impactos, disse o presidente do Bundesbank, Jens Weidmann, que é membro do Conselho de Presidentes do BCE.

Em uma entrevista ao jornal alemão Handelsblatt, Weidmann observou que o BCE espera que a inflação da zona do euro seja inferior a 1,5% este ano e em 2015.

"Isso justifica uma política monetária expansiva", disse Weidmann. Ainda assim, ele disse que o BCE deve realizar um estudo cuidadoso em relação ao custo-benefício das medidas monetárias.

Além disso, o presidente do banco central alemão afirmou que a inflação baixa não representa um passe livre para o afrouxamento da política monetária à vontade. "Eu sempre ressalto que as taxas de juros baixas também carregam riscos e efeitos colaterais, que aumentam com a extensão do afrouxamento da política monetária", explicou.

Weidmann também advertiu que a crise do euro continua mesmo que os seus efeitos tenham diminuído a partir de 2013. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você pretende substituir o ovo de Páscoa por outros produtos em função do preço?