Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 12:13

Por Marcio Dolzan - Agencia Estado

Compartilhar
 

Anunciado no fim da tarde de terça-feira pelo presidente Peter Siemsen como novo diretor executivo de futebol do Fluminense, Felipe Ximenes negou na manhã desta quarta que já esteja acertado com o clube. Segundo ele, houve apenas um "contato" entre as partes, mas o acerto oficial ainda deverá demorar um pouco para acontecer. A afirmação foi feita logo após ele participar de uma palestra no Footecon, fórum sobre futebol que acontece num hotel em Copacabana, na zona sul do Rio.

"Eu não posso, de forma nenhuma, falar como diretor executivo do Fluminense. Aconteceu ontem (terça) a demissão do Rodrigo, aconteceu ontem um contato, sim, do presidente Peter Siemsen, e eu assisti a coletiva dele pela internet. Mas o que aconteceu de ontem pra hoje (quarta) é uma questão extremamente importante, que ultrapassa na minha visão e, certamente, na visão do clube, as prioridades, que é essa questão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva", afirmou Ximenes, referindo-se à possível perda de pontos da Portuguesa no Campeonato Brasileiro, fato que devolveria o Fluminense à Série A em 2014.

O executivo espera que o anúncio oficial seja feito o mais rápido possível, mas diz entender que isso agora não esteja no topo das prioridades do Fluminense, como o próprio presidente do clube anunciara na coletiva do dia anterior.

"Imagina o que está passando na cabeça do departamento jurídico do Fluminense, do presidente do Fluminense, com o fato novo que, pelo que eu vi pelos noticiários, foi um fato que foi descoberto não pelo Fluminense. Isso impacta diretamente no planejamento do próximo ano", avaliou Ximenes.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) está aguardando para esta quarta-feira o recebimento de um comunicado, por parte da CBF, confirmando suposta irregularidade da escalação do atacante Héverton, da Lusa, em jogo diante do Grêmio, pela rodada final do Brasileirão. Julgado na última sexta-feira por sua expulsão contra o Bahia na antepenúltima rodada do torneio, ele foi punido com duas partidas de suspensão, mas cumpriu apenas um jogo de gancho, contra a Ponte Preta.

Se for punido, o clube do Canindé poderá perder quatro pontos na tabela do campeonato, fato que faria o time cair para 44, sendo que o Fluminense fechou a competição no 17º lugar, com 46, e assim estaria livre do rebaixamento.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?