Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 20:19

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Zenit entrou em campo nesta quarta-feira precisando de uma vitória para se classificar às oitavas de final da Liga dos Campeões sem depender de nenhum outro resultado. Diante do já eliminado Austria Viena, a tarefa parecia tranquila, mas, empurrados pela torcida da casa, os austríacos não tomaram conhecimento da equipe do brasileiro Hulk e golearam por 4 a 1.

Restou aos russos, então, torcer contra o Porto, que também brigava pela segunda colocação do Grupo G, diante do já classificado Atlético de Madrid, na Espanha. E a torcida deu certo. Os portugueses não aproveitaram o pouco interesse dos espanhóis e acabaram sendo derrotados por 2 a 0.

A classificação da chave terminou como o Atlético de Madrid na ponta, com campanha quase perfeita, com 16 pontos em seis jogos. O Zenit estacionou nos seis pontos, mas garantiu a segunda vaga do grupo. O Porto, com cinco, terá que se contentar com a ida para a Liga Europa, enquanto o Austria Viena, também com cinco, ficou na lanterna.

Em Viena, o jogo começou bastante equilibrado e o Zenit até saiu na frente, com o belo gol de Kerzhakov aos 35 minutos. Hosiner empatou ainda no primeiro tempo, e na etapa final os donos da casa deslancharam. Tomas Jun, aos três, Hosiner novamente, aos seis, e Kienast, já nos acréscimos, garantiram a primeira vitória da equipe na competição.

Em Madri, o Atlético aproveitou a afobação do Porto para abrir o placar aos 14 minutos, com Raul Garcia. Aos 28, os portugueses tiveram a chance do empate, mas Josué perdeu um pênalti. Com a ida do adversário ao ataque, os espanhóis se aproveitaram e selaram a vitória ainda no primeiro tempo. Diego Costa foi lançado, passou pelo goleiro Helton e tocou para o gol vazio, aos 37.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?