Publicidade

15 de Março de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Remoção de três espécies desencadeou reação popular nas redes sociais
Remoção de três espécies desencadeou reação popular nas redes sociais

O corte de três árvores na Rua Benjamin Constant, uma no Museu de Artes Murilo Mendes (Mamm) e outras duas em frente ao número 757, está causando indignação. A intervenção aconteceu nesta semana e desencadeou manifestações nas redes sociais. Usuários do Facebook criticam a ação da Empav que, segundo alguns deles, teria sido adotada sem consulta à população. "A rua ficou mais feia, mais quente, mais sem charme, menos atrativa," afirmou o morador Marcos Marinho. A historiadora Lucilha Magalhães, também residente da rua, reclama que a poda que está sendo feita em outras árvores é "radical".

De acordo com a Empav, a espécie que ficava dentro do Mamm precisou ser cortada porque estava atrapalhando obras no local e a rede interna de infraestrutura. Já as outras duas foram retiradas por não serem indicadas para arborização. A informação é de que os cortes foram autorizados pela Secretaria de Meio Ambiente. Sobre a poda das outras espécies, a pasta informou que realiza o serviço atendendo a um abaixo-assinado feitos por moradores, pedindo melhoria na iluminação e segurança da via. A poda deve ser finalizada no próximo dia 21.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?